All posts tagged: futuro

A solidão na multidão.

Não há coisa pior que nos sentirmos sós na nossa vida, sós no nosso mundo, sós com os nossos problemas. Já passei por isso várias vezes. Claro que se evolui, se cresce, mas também se fica marcado como se fosse um cunho invisível que ali fica, endurecido pelo tempo. Já passou, parte de mim sabe que nunca mais vai voltar a esse estado e parte de mim tem uma tendência a tremer de medo que isso volte a acontecer. Porque a nossa mente tem rasteiras, tem esquinas que não sabemos o que está do outro lado e tem socalcos invisíveis que teimamos em tropeçar como as crianças pequenas. Quem dera que cada pessoa possa ter uma pessoa pelo menos que acalme a sua dor. Quem dera que cada dor possa ser aliviada com um abraço. Quem dera que cada abraço sirva de capa protetora, que nos metem em cima e lá possamos recuperar para no dia certo desabrochar. Quem dera que todos possam desabrochar e viver as coisas da vida como elas merecem ser vividas. …

Quem era a mulher que tomava conta dos meus filhos?

Quem era aquela mulher que sem saber nada, ficava a tomar conta de um bebé? Quem era aquela recente mãe a quem atribuíam a tarefa de deixar um bebé ao seu cargo, sem experiência, sem testemunhos, só porque era a mãe? Quem era aquela mulher que dia após dia ia conhecendo o seu filho, mas que insegura ia passando uma noite a seguir a um dia, sem saber muito bem se seria capaz de voltar a fazer tudo no dia a seguir? Quem era aquela mulher que não parava de pensar se tudo o que fazia, fazia bem?Que pensava se o seu bebé ia crescer bem e ia desenvolver bem com o que ela lhe ia fazendo? Quem era aquela mulher que naquela altura ficava a olhar tempos infinitos para aquele bebé e incrédula, dava por si a pensar se realmente aquilo tinha vindo dela, se não estaria a sonhar por tamanho feito e beleza e que era impossível ter sido criado por ela? Não é fácil, não é mágico, nem nascemos ensinadas e o …

Como fazer deste ano, um ano ainda melhor? De 2018 para 2019

2018 foi o ano em que descobri a sério que posso fazer muitas coisas, aliás, que posso fazer qualquer coisa! Basta querer. E eu quis! A Maternidade ensina-nos muito. Uma das coisas que me trouxe foi a consciência de nos podermos transcender, de fazer mais do que poderíamos imaginar. Isso dá-nos a garra para fazermos algo que não considerávamos pertinente no percurso de vida que achávamos que seria o nosso. Agora sei que nada nos define. Nem nome, nem idade, nem formação, nem crenças, nem local onde nascemos. O Mundo é sempre – e para sempre – um livro, pronto a ser escrito e definido por nós. Vamos a isso 2019!

Estes doces anos!

  Estes doces anos! Os mais trabalhosos, mas os mais doces e ternurentos. Os que nos vamos lembrar para sempre! Será por isso que ficamos muitas horas acordados, para que nos lembremos de mais momentos? São estes, os primeiros, da descoberta, de conhecermos as novas pessoinhas que agora brincam e pulam na nossa casa. E que dependem de nós. Que não nos largam a saia. E que chamam por nós miiiil vezes num minuto!! E que só nós acalmamos. É no nosso colo que se vêm abrigar das inúmeras tempestades que fazem parte de viver neste novo Mundo. Têm consciência disso? Conseguem imaginar o futuro? Em que vamos olhar para trás e perceber, que este momento, ESTE MOMENTO mesmo, era onde  nós queríamos estar? E então pensamos: se é assim vamos aproveitar já!!! E aproveitamos! Aproveitamos como sabemos e podemos. Passando tempo com eles. Abraçando-os imensas vezes, Enchendo-os de beijos e esfregões!! Cheirando-os até mais não! Rindo e fazendo macacadas… Adormecendo-os e acordando-os. Estando lá para eles. Mas não vai chegar e se calhar vamos pensar …