E o Blog – A Mãe é Minha! já tem 1 ano.

Faz hoje 1 ano que lancei o Blog, apesar de já andar a preparar tudo desde Agosto desse ano.

Fui de férias e pensei: “Tenho que fazer alguma coisa diferente, tenho que inventar alguma coisa para sair do que faço sempre, do que me sinto confortável em fazer.”

E assim foi.  Escrevi, escrevi, pesquisei, preparei e ao fim de algum tempo já tinha material com algum interesse para sair cá para fora, mesmo que isso fosse ou não, importante para todos. Mas para alguém seria, para alguém, nem que fosse uma pessoa iria fazer sentido.

E aqui estou ,

  • 82 artigos no Blog.
  • mais de 124 publicações no Instagram e 516 seguidores.
  • mais umas tantas publicações no Facebook e 751 pessoas que gostaram da página.

Para mim é brutal!

É olhar para trás e perceber que as coisas têm que se fazer. Pode dar certo, ou não, mas, fazer, ir, sair, tem grande probabilidade de acontecerem coisas boas e aconteceu e isso é mesmo BRUTAL! :))

Depois foi só começar e replicar o que já tinha feito e outras coisas foram surgindo.

Talvez por estar mais disponível mentalmente, nunca disse não e fui abraçando novas ideias e novos projectos como as  Gotinhas de Perlimpimpim que me deixam FELIZ! Que me fazem pensar que a vida pode ser muitas coisas!

Obrigada a quem gastou um pouco do seu tempo a ler as ideias que por aqui andaram! Às Mães e Pais que leram e se identificaram, a quem leu e de alguma forma se sentiu mais apoiado, menos só neste mundo da Maternidade, a quem as informações foram úteis e a quem nem que seja um pouquinho tenha conseguido mudar e  melhorar. Se assim foi, já fez mesmo muito sentido!

Daí para cá tenho ganho tanto!! Amizades antigas recuperadas, novas amizades, novas ideias e partilhas e uma vontade enorme de continuar!

E a história ainda só está a começar.

Ler também:

A viagem começa aqui

23 de Junho – Mais um dia de Aniversário a dobrar.

Mais um ano!

Já lá vão 5 e já lá vão 3, de vidas pequeninas.

5 Anos e 3 da minha vida que nunca mais foi a mesma! Que me dá alegrias e trabalhos, às vezes em igual proporção. Os meus filhos cada vez mais companheiros, mais tagarelas, mais respondões e destemidos. Cada vez mais lindos e engraçados (Eu, suspeita número 1).

Mas a privilegiada sou mesmo eu.

5 Anos e 3, de costas e braços cansados de tantos colos, cabelos em pé de tantas birras e asneiras,  de idas à casa de banho sempre acompanhada, de noites dormidas com um braço ou dois debaixo deles, de comer a comida fria, o café gelado, de nunca conseguir fazer as minhas coisas até ao fim, mas de no fim, olhar para trás e ver que quem lucrou fui eu.

Da companhia deles, dos risos, de acalmar os choros, de acompanhar a sua evolução, as conquistas e o crescimento.

Passa a voar é certo, não consigo perceber para onde foram estes anos, mas uma coisa sei, tenho a certeza que mais não podia ter feito. Que o tempo que tive livre foi na maioria partilhado com eles.

Carinhas de felicidade, abraços sem fim, beijos até perder de vista!

Então, que sortuda sou!

Como este dia se tornou tão especial? O dia 23 e a sua energia mais que positiva!

E se eles nascessem no mesmo dia? Hmmm….