As Mães, não há duvida, têm aquela coisa!

cropped-pexels-photo-262713.jpeg

Às vezes penso que só eu entendo o que querem dizer os meus filhos, não quando falam, digo, mas quando falam de outra maneira, seja por birras, olhares, ou até conversas.
Não acham tambem que só nós sabemos o que eles querem expressar e não conseguem?E talvez por isso que, quando já esgotaram todas as possibilidades de extravasamento emocional e físico, queiram a Mãe?

Só agora percebo a minha.
Tão clichê, mas é isto!
Só a minha Mãe, hoje em dia percebe como eu quero que ela me ajude.
Muitas vezes eles têm ficado com os Avós maternos, ou porque a escola fecha ou porque ficam doentes.
Os dois fazem imensa companhia e brincam muito com eles.

Mas a minha Mãe…

Só a minha Mãe percebe o que eu preciso, aonde quero que me ajude sem interferir. Até onde quero que vá com eles e as coisas que eu quero que faça.
E é tudo tão mais fácil.
É incrível..
Não é por ser mais isto ou aquilo.
É por ser Mãe, é por estar atenta, é por ver mais do que com os olhos, ou ouvir mais do que com os ouvidos.

É o que vai lendo nas entrelinhas e o que junta.
É por me conhecer, claramente, mas por ver mais para além do que vê.

 

Este é o sentido  que quero apurar mais.
O que quero usar como ferramenta para lidar com eles, falar com eles e os perceber melhor.

Chegar ao ponto de lhes responder sem eles me terem feito pergunta alguma, ou levar-lhes, seja à mão ou ao coração o que precisam sem me pedirem, ou até pensarem.

 

Anúncios